22.7.09

Memórias-Andréa Pedreira



Bom dia queridos amigos,

hoje estou retornando, depois de ter estado
muito doente,
mas graças a Deus, hoje estou bem.

Nesses meus dias ociosos, revolvendo minhas gavetas,
encontrei um antigo diario que eu fiz,
em Janeiro de 2000,
lá encontrei muitas coisas que
escrevi, e muitas que escreveram pra mim.
fiquei emocionada ao ler, uma parte de minha vida,
que ha muito eu já tinha esquecido,
neste diário tem relatos da minha vida, relacionamentos,
amigos e pessoas muito
importante,
que passaram e outras que ainda continuam
comigo,
foi então que eu dicidi, que irei publicar
algumas
coisas que estão escritas no meu, rico diário do ano 2000.

Ps:E eu comecei assim...


Rio de janeiro, 1 de janeiro de 2000

¨As pessoas sem imaginação,
poderiam ter tido as mais imprevistas
aventuras,
poderiam ter visitado
as terras mais estranhas,
nada lhes ficou, nada lhes sobrou,

Uma vida não basta apenas ser vivida

também precisa ser sonhada."

4 comentários:

Lainha disse...

Andréia,querida vc é das minhas ,tenho diário desde pequena e até hoje (aos 34),as vezes nos surpreendemos com cada bobeira, com cada importância que passamos e que valeu muito,mas muito a pena.
Algumas podemos contar,outras,afff!!!
Só Deus mesmo!!! Rsrsrsrs

Bju querida,sempre estou por aqui...Quero ver,ops,ler umpouco dessas aventuras.

Lainha

Michelle Crístal disse...

Essas gavetas,que quando revirada ...são no mesmo instante recuperadas...Tudo de bom, estou acompanhando...E melhoras!Que Jah te bendiga!

Fatima disse...

Andreia,
que bom saber que vc está melhor.
Engraçado, nunca tive diario, já a minha filha escreveu uns quatro até agora.
Bjs querida.

Livinha disse...

Andréa, batizei a noite como a hora do pensar, das viagens, das mudanças, dos remexidos interior..
Meio a esses pensamentos tão distante, adentrei a escuridão do céu e pensei...Sei que você continua azul, não muda nunca, permanece sempre o mesmo, no seu tão raro feito de mudanças nunca! Ainda que o tempo feche, são apenas nuvens que te cobrem e vc sempre azul, azul como os olhos divinos, sereno, belo e limpido..
Avistei as estrelas e pensei mais adiante que esses olhos azuis, olhos divinos espelhados no azul celestino, contam com a presença dos amigos estrelas, nunca estão sozinhos... Lembrei que Deus na sua magnitude fez o mundo tão grandioso quanto aquelas milhares de estrelas e me fiz ficar bem comigo, porque compreendi que meus pensamentos confabulavam um ser simplesmente santo a me mostrar o entendimento do comparativo. Amigos, são estrelas e podemos te-las todas ao nosso lado, em cada tempo em cada era, somatizando aos já somatizados. As estrelas mais notaveis, aquelas maiores e mais brilhantes, talvez sejam os parentes que são amigos tbém, aqueles que conhecemos bem, outras tantas que vamos enxegando e sentindo que vão se aproximando, são os amigos que conhecemos pouco, mas com eles vamos nos identificando e nos agraciando cada um no seu jeitinho belo de ser, que vem cada vez mais junto afagando o coração da gente e a gente no olhar de júbilo, dentro do peito fala em voz clemente: Fica comigo e agradece a Deus em oração. Além, a gente ver outras estrelas, pouquinho menores, e os ver como outros seres traseuntes, desconhecidos, tanto quanto nossos olhos vêem, a espera do momento oportuno que um dia, tbém chamaremos de amigo...
Esta força mágica, fortalece, acalma e nos faz sentir seguros para a travessia em marcha dos caminhos que julgamos tantas vezes escuros, mas que se aclaram quando em companhia de um amigo estrela. Somos luzes, podemos ver, perceber, senti, mesmo fechando os olhos, pois que no combustivel da alma, o fogo do sentimento puro, ascende as tochas de nossas faculdades sensitivas e nos ilumina a caminhada... Te percebo a alma minha amiga, pois que em dado momento quando já me encontrava sem combustivel, você foi lá e me reascendeu...
Obrigada pelo seu carinho, obrigada pelos laços da irmandade, a tua estrela cresce, pois que te sinto como irmã, nos laços da eternidade...

Amo você... Deus te abençoe...
Levarei o que acabo de escrever para Fátima tbém, porque é outra estrela, outra irmãzinha e ambas são obreiras do Senhor...

Bjsss e muito obrigada sempre.

Livinh@__