1.3.10

Chove bastante na cidade do sol...

CHUVA...
Sonho de menina,
banho de vida apaixonante,
fusão de mil sentidos
de tempos,perdidos.
Chuva...
banho comum de humildade
suprema incontornável,
registo intemporal do cheiro a terra esquecido,
CHUVA...
do renascer de uma vida imensa,
Livre!Chuva,
sinto-te simples,
tão simples que abandono o que penso,
tão simples como a vida que tenho em mim.
porquê fugir?

6 comentários:

Zé Carlos disse...

Oi minha linda, saudades também de ti.

Vc desapareceu achei que estavas como todo mundo, de férias.

Beijão do teu amigo, ZC

Pelos caminhos da vida. disse...

Adoro o cheiro da relva molhada depois de uma chuvinha.

beijooo.

Fatima disse...

Lindo, lindo Andrea!
Gosto mesmo é do vento antes da chuva.
Bjs.

Adolfo Payés disse...

Passo para deixar o meu habitual saudação fraterna ..
Desculpas pela minha ausência ..

Por razões não me foi possível viajar em cada um o seu blog.
Continuando com a minha viagem e espero que em breve o normal para compartilhar seus escritos ..

Un abrazo
Saudação fraterna ..

carpe diem disse...

A chuva que molha a terra é a mesma que lava a alma,que leva a dor,pra que fugir?bjs maninha

JR disse...

A chuva é adorada por muitos e assusta tantos outros.
Quando ela chega e permanece,logo a muitos emudece , pelo medo do final.
Atualmente ela anda persistente e isso sabemos que não é diferente , em diversas partes do mundo.
É o fim de um ciclo chegando ,para logo novo estar entrando,
onde as mudanças virão para melhor.
Tenhamos então paciencia com esta amiga molhada,
que vem para limpar nossa calçada, pois em breve estaremos bem mais limpos.
Parabens pela escolha de um tema, que está em bastante evidencia.
Abraços fraternos